51 3349.6800 - sulmodulos@sulmodulos.com.br

Como utilizar divisória de pvc na criação de ambientes

A divisória de PVC é amplamente utilizada em sistemas de construção e decoração de ambientes. No artigo de hoje, você entenderá os motivos pelos quais ela é tão procurada e também irá se inspirar com dicas para sua inserção em projetos.

Siga a leitura!

Inspire-se com a utilização de divisória de PVC em ambientes

A divisória de PVC é leve e prática, podendo ser limpa com materiais comuns de limpeza, oferecendo resistência à ação de roedores e fungos. Por esse motivo, ela costuma ser bastante utilizada para criar ambientes residenciais, corporativos, marcando presença principalmente em farmácias, hospitais, depósitos e locais que precisam estar constantemente limpos.

Comparado a materiais como cerâmica e gesso, a divisória de PVC oferece um custo-benefício excelente.

Como demonstrado na imagem acima, as divisórias de PVC podem oferecer um aspecto moderno e bonito ao ambiente corporativo.

O PVC branco, além de ser instalado no forro de uma obra, pode também dividir ambientes, cumprindo as necessidades de escritórios, na construção de salas de reuniões.

Por fim, vale destacar a viabilidade da utilização de PVC em banheiros, para dividir sanitários. É uma solução, prática, moderna, barata e visualmente agradável.

 

Como instalar divisória de PVC para a criação de ambientes?  Confira passo a passo!

Como citado em nosso artigo sobre instalação de divisórias, o serviço demanda mão de obra especializada e pode ocasionar sérios problemas quando mal executado. Infelizmente, poucas pessoas possuem conhecimento sobre o assunto. Isso permite que profissionais pouco qualificados e mal intencionados se aproveitem dessa fragilidade para conseguir vantagens.

Confira o passo a passo da instalação abaixo.

Para realizar esse processo é preciso, em primeiro lugar, fazer a marcação das paredes.

Com auxílio de um nível a laser ou uma trena, o profissional deve marcar, por meio de uma linha, onde será o posicionamento correto das guias. Após essa etapa, ele parafusa as guias no piso e no teto, deixando um espaçamento de 60 cm entre os parafusos.

A próxima etapa é a instalação dos montantes. Os montantes são os responsáveis por determinarem a altura da parede. O profissional deve ter bastante atenção nessa etapa, pois ela é fundamental para evitar o consumo desnecessário de materiais (evitando o corte excessivo de placas, por exemplo).

Agora, é preciso confeccionar as aberturas, como portas, janelas, vão livre etc. Após esse processo, dá-se início à instalação das chapas de drywall em apenas um dos lados. Não se esqueça de conferir a paginação dos montantes antes de iniciar essa etapa.

Uma vez instaladas, é dado o momento de passar as instalações elétricas e hidráulicas, colocar o isolamento acústico e, assim, criar toda a estrutura interna necessária ao drywall.

Dessa maneira, pode-se iniciar a instalação das chapas do outro lado e, por fim, o rejunte de chapas e cantos. Agora a instalação de divisórias está finalizada.

Curta nossa Página no Facebook e fique por dentro das novidades!