51 3349.6800 - sulmodulos@sulmodulos.com.br

6 métodos construtivos inovadores que você precisa conhecer!

sistemas construtivos inovadores

Muitas vezes, nós ouvimos falar em métodos construtivos inovadores sendo utilizados em países como Estados Unidos, Canadá ou Austrália, mas parece que nunca vemos essas novidades chegarem ao Brasil. Por aqui, muitos profissionais e clientes ainda têm resistência em apostar em inovação e tecnologia.

Porém, esse cenário está mudando aos poucos. Gradativamente, vemos mais engenheiros e compradores interessados em entender e utilizar métodos construtivos inovadores, criando imóveis cada vez melhores. Pensando nisso, nós preparamos este material.

No texto, você vai conhecer 6 novidades da construção civil que podem mudar a sua forma de enxergar os imóveis. Acompanhe para entender mais!

1. Construções sustentáveis

A palavra de ordem do momento é sustentabilidade. Desde o projeto até o uso do imóvel, passando, obviamente, pela construção, soluções sustentáveis estão em alta. O mercado e a sociedade estão percebendo que reduzir os impactos é obrigação de todos nós. Nesse contexto, surgem inovações como:

  • sistemas de coleta e armazenamento de água da chuva;
  • jardim que armazena água para a própria irrigação em dias mais secos;
  • isolamento térmico das paredes feitos para reduzir o gasto de energia com ar-condicionado ou aquecimento;
  • concreto permeável para permitir que a água da chuva seja absorvida;
  • concreto feito a partir de material reciclado;
  • uso de energias renováveis, especialmente a instalação de painéis fotovoltaicos para uso da energia solar;
  • revestimento de parede ecológico feito à base de garrafa PET;
  • materiais alternativos ao asfalto, feitos, por exemplo, de polímeros ou borracha reutilizada;
  • construções em Steel Frame e revestimentos em Drywall.

Enfim, mesmo que algumas técnicas já existam há algum tempo, a tendência é que elas se tornem cada vez mais populares daqui para a frente.

2. Novos materiais

Nem só de concreto, aço, cimento e tijolo vive a construção civil. Empresas do mundo inteiro trabalham para desenvolver materiais que agreguem mais valor à construção, reduzam custos, colaborem com a natureza ou melhorem a performance do imóvel. Veja alguns dos mais revolucionários e criativos!

  • Hidrocerâmicas: material misto à base de hidrogel e argila que consegue absorver até 500 vezes o seu volume em água. Nos dias mais quentes, a água armazenada nele evapora e resfria o ambiente;
  • Breath Brick: tijolo desenvolvimento para atuar como um filtro, absorvendo a poluição do ambiente e liberando um ar mais puro;
  • Tijolo feito à base de pontas de cigarro que é, ao mesmo tempo, ecológico, mais leve e mais eficiente;
  • Concreto auto-reparável: contém uma bactéria que reage se entrar em contato com a água, produzindo calcário. Assim, toda vez que surgir uma rachadura, a bactéria reagirá e o calcário vai reparar a fenda e impedir que a água ou o ar atinjam a estrutura.

3. Construções a seco

As construções a seco são uma grande tendência nos Estados Unidos e outros países desenvolvidos e agora se popularizam também por aqui. Suas principais vantagens são a redução do tempo de obra, menos resíduos e desperdício e mais qualidade no produto final.

Em vez de usar tijolos, concreto e cimento, as construções a seco utilizam, por exemplo, uma estrutura em Light Steel Frame. As peças, feitas em aço galvanizado, são pré-moldadas e chegam ao canteiro prontas para serem montadas. Depois da estrutura e impermeabilização, são feitos isolamentos térmicos e acústicos, instalações elétricas e hidráulicas e acabamentos.

No Brasil, ainda temos bastante a cultura de tijolo e cimento e muita gente tem receio de utilizar métodos como esse por causa da segurança. A verdade é que, com o Light Steel Frame, consegue-se obter a mesma resistência e segurança no imóvel — ou até superior — gastando menos material e tempo.

Por isso, esse método construtivo é uma excelente alternativa às construções tradicionais em alvenaria e muitos engenheiros já estão percebendo isso.

4. Cidades verticais

O crescimento da população nas cidades está criando muitos desafios para os engenheiros. Desde melhorias na infraestrutura de trânsito à disponibilidade de moradia: tudo precisa ser repensado, já que a população nas cidades não para de crescer.

Por isso, em alguns locais do mundo já não é possível mais expandir horizontalmente, apenas verticalmente. Com isso, os prédios de múltiplos andares, como o famoso Burj Khalifa em Dubai, com seus 160 pavimentos, são uma tendência para o futuro.

É claro que esse é o prédio mais alto do mundo e não quer dizer que empreendimentos desse tipo estarão presentes em todas as cidades. Mas as construções devem, sim, ficar cada vez mais altas para acomodar mais pessoas.

5. Impressão 3D

A manufatura aditiva, ou impressão 3D, é um processo de fabricação relativamente recente e que está evoluindo rapidamente. Nos últimos anos, vimos um crescimento considerável do uso dessa tecnologia, que chega também à construção civil.

Já existem projetos para construção de casas, pontes e estruturas de concreto usando a impressão 3D. As grandes vantagens seriam o desperdício zero e a possibilidade de customizar completamente qualquer projeto.

No entanto, vale lembrar que, aqui, precisamos separar a ficção da realidade. A impressão 3D é uma tecnologia promissora e tem muito potencial, mas ainda não está sendo empregada em larga escala na construção civil.

6. Drones e automação

Os drones e robôs estão sendo aplicados e testados em uma gama de serviços e também já existem soluções para a engenharia civil utilizando essas tecnologias.

Por exemplo, os drones podem ser usados para realizar fotografias e medições de terrenos sem a necessidade de deslocamento de pessoal.

No Japão, os robôs já começam a ser usados nos canteiros em tarefas como manuseio de objetos pesados.

Também já existem caminhões de carga, pás carregadeiras e outros equipamentos controlados remotamente por GPS.

Ou seja, a tendência é que, conforme a mão de obra nas construções fique mais cara, se torna mais interessante investir em tecnologias de automação para reduzir custos e aumentar a qualidade.

Métodos construtivos inovadores na Sulmódulos

Para finalizar, destacamos que alguns desses métodos construtivos inovadores ainda estão em fase de criação, até mesmo nos países onde a indústria da construção é bastante moderna. Outros, como a construção a seco em Light Steel Frame, já são amplamente utilizados mundo afora e, agora, ganham espaço também no Brasil.

E se você se interessa pelas novidades da construção civil e quer ficar sempre por dentro dos métodos construtivos inovadores, não perca esta chance: assine a nossa newsletter e receba os melhores conteúdos!

Curta nossa Página no Facebook e fique por dentro das novidades!