51 3349.6800 - sulmodulos@sulmodulos.com.br

Mini Casas Steel Frame (Tiny Houses): Tendência chega ao Brasil

casa steel frame

A sustentabilidade é um conceito que está sendo aplicado a todas as atividades praticadas pelos seres humanos. No caso da construção civil, por exemplo, uma das áreas mais poluentes e nocivas ao meio ambiente. É crucial que se desenvolva maneiras de reduzir esses danos. E uma delas são as tiny houses!

Grosso modo, elas nada mais são do que um movimento com o intuito de reduzir o espaço das casas construídas. O princípio é simples: quanto maior é um imóvel, maiores são os seus custos — desde a manutenção até as despesas, em geral.

Mas não para por aí! O uso de materiais também é mais elevado, o que resulta em uma maior quantidade de resíduos gerados. Assim, consequentemente, maior uso de recursos naturais e poluição no meio ambiente.

Enfim, com o intuito de reduzir e amenizar todos esses aspectos é que surgiram as tiny houses. Então, quer conhecer mais sobre elas? Continue a sua leitura e saiba tudo sobre as casas sobre rodas!

O que são as tiny houses?

As tiny houses foram criadas nos Estados Unidos. Surgiram no fim da década de 90, como uma opção para diminuir os custos com moradia, impostos e manutenção. Posteriormente, com a crise vivida no país, essa opção de moradia acabou se tornando um movimento social. Assim, as pessoas optam por reduzir os espaços onde vivem.

Ainda assim, isso não significa, necessariamente, que o morador deverá abrir mão do conforto ou da qualidade do seu imóvel. A proposta do movimento é utilizar configurações especiais na construção, com cômodos que tenham duplas funções, poucas divisórias e mobiliários multifuncionais.

Deve-se também incorporar avanços tecnológicos utilizando o princípio de otimização do espaço vertical. Sempre levando em consideração o intuito de reduzir os custos.

Além dos conceitos de autossuficiência e reciclagem de materiais, as tiny houses são construídas sobre rodas, como uma maneira de adaptação do cidadão nômade. Aquele que não quer se fixar a um único lugar para o resto de sua vida, e está disposto a se deslocar em busca de melhores oportunidades em outros ambientes.

De que são feitas essas mini casas Steel Frame sobre rodas?

Em geral, as tiny houses são construídas sobre containers, para facilitar a sua locomoção. Mas essa não é uma obrigatoriedade.

Elas costumam ter uma área média de 20 m², podendo estender esse espaço para até 50 m². Além disso, suas paredes e janelas são mais grossas, em média, quando comparadas às casas tradicionais, permitindo que o isolamento acústico e térmico seja o mesmo.

O intuito é viver com o máximo de consciência sustentável e o mínimo de consumismo. Por isso, até mesmo as instalações utilizam esse princípio — a energia, por exemplo, na maioria das vezes, é a solar.

Como são aplicados os processos de steel frame às tiny houses?

Também chamado de construção seca, o steel frame é um procedimento que não utiliza água no canteiro de obras, com exceção da parte da fundação. Ele surgiu como uma evolução do wood frame. Com a diferença de que é utilizado o aço em vez da madeira.

O steel frame tem uma lógica diferenciada com relação à alvenaria, mas com um resultado visível muito semelhante ao das construções feitas da maneira convencional. Trata-se, portanto, de uma construção muito dinâmica, com projetos que não utilizam tijolos.

O principal objetivo desse procedimento é reduzir os impactos ambientais causados pelo grande uso de recursos naturais. Por exemplo a água, além de diminuir o tempo de obra. Sabendo disso, fica fácil compreender como as tiny houses se encaixam no steel frame, não é?

Para que essas casas tenham resultados satisfatórios com o uso desse procedimento, é necessário que a sua estrutura seja adequada.

Pode-se usar painéis construídos com madeira reflorestada, por exemplo, para aumentar a sua resistência mecânica, quando comparada a uma chapa de madeira comum, mas sem agredir o meio ambiente.

Além disso, toda a estrutura externa das tiny houses deve ter um revestimento diferenciado, com uma membrana especial — a barreira de vapor. Ela tem o intuito de impedir a entrada de umidade nos ambientes internos, mas ainda permitindo que a edificação transpire, evitando problemas com mofo ou infiltrações e melhorando a circulação de ar no ambiente.

Por que elas se tornaram uma tendência?

Como dissemos, as tiny houses se tornaram uma tendência, especialmente, por causa da sua sustentabilidade, já que buscam reduzir os danos ao meio ambiente causados pela construção civil. Além disso, são obras rápidas, devido à sua facilidade de montagem e ao manuseio das estruturas utilizadas para a construção.

Ainda assim, aquela que talvez seja a sua melhor vantagem é mesmo o fato de que elas são construções móveis. Essa é a característica que acaba atraindo mais adeptos — afinal, quem não quer se mudar ou ir viajar e levar a própria casa, não é mesmo?

Mini casas Steel Frame no Brasil

É importante, no entanto, lembrar que as tiny houses ainda são um conceito recente no Brasil. A primeira casa sobre rodas do país foi concluída neste ano!

E esse fato se deve muito à ruptura de conceitos que a sua construção representa. Ela é uma nova maneira de moradia. Assim rompendo com os padrões que os brasileiros estão acostumados, com casas grandes.

Como as tiny houses contam, no máximo, com 50 m², ainda fica difícil para o brasileiro compreenderem como é possível viver em um espaço tão pequeno — para muitas pessoas, elas se parecem com casas de bonecas.

Mas, como vimos, é exatamente esse o intuito da sua filosofia: mostrar que é possível viver com menos e em lugares pequenos, desenvolvendo uma construção sustentável que não deixa o conforto de lado.

Enfim, gostou de conhecer mais sobre as casas sobre rodas? Uma ótima maneira de otimizar custos, essas tiny houses são sustentáveis e caminham lado a lado com a preservação ambiental. E, apesar de serem uma tendência nova no país, elas já são uma realidade que vem se firmando e ganhando o seu espaço!

Agora, se gostou deste post e quer conhecer mais novidades como essa, aproveite para nos seguir em nossas redes sociais! Estamos no LinkedIn e Facebook.

Curta nossa Página no Facebook e fique por dentro das novidades!