51 3349.6800 - sulmodulos@sulmodulos.com.br

Estrutura drywall x alvenaria convencional: qual é mais vantajosa?

homem trabalhando com drywall

Por muitos anos, as estruturas de drywall foram consideradas frágeis e insuficientemente boas para compor projetos diversos de arquitetura e engenharia. Felizmente, com o passar do tempo, muitas questões sobre os sistemas de construção a seco foram desmistificadas e hoje sabemos que o drywall é uma excelente opção para obras e reformas em geral.

No artigo de hoje, você entenderá todas as características do drywall e compreenderá por quais motivos você deve considerar o sistema na realização de sua obra. Além disso, também descobrirá quais são as vantagens do drywall em relação à alvenaria.

Continue a leitura para conferir os principais insights!

Características da estrutura em drywall

Há aproximadamente 20 anos, as obras brasileiras ganharam um novo conceito com a chegada do drywall. O sistema de construção a seco, como também é chamado, é composto por perfis (guias e montantes), chapas de gesso, possibilidade de isolamento térmico e acústico e também outros materiais que garantem a excelência em seu acabamento.

No artigo “Top 5 diferenciais da estrutura drywall para a sua obra”, destacamos as principais vantagens das chapas em drywall. Primeiramente, merece destaque a resistência do material, característica que possibilita sua introdução em projetos de cabeamento e isolamento acústico. Além disso, por oferecer maior resistência, também permite melhor fixação, diminuindo trincas derivadas de objetos fixados sobre as placas de drywall.

Vantagens do drywall em relação à alvenaria

Se você chegou até aqui, deve estar animado com todas as vantagens listadas sobre a utilização do drywall. Mas os benefícios não param por aqui: quando as estruturas em drywall são comparadas à alvenaria convencional, surgem inúmeras questões que fazem o drywall ter relevância em relação ao outro tipo “tradicional” de sistema construtivo.

Primeiramente, podemos destacar a sustentabilidade do material no processo de construção civil. Por ser um sistema de construção a seco, o drywall apresenta bem menos resíduos na obra. Enquanto uma obra feita com tijolos e argamassa consome 8 litros de água por metro quadrado, uma construção com drywall usa apenas 1 litro de água por metro quadrado.

O drywall é também uma opção sustentável – até mesmo no caso de reformas e consertos. Se algum reparo na elétrica ou hidráulica for necessário, com um pequeno corte no forro de drywall o processo poderá ser realizado de forma rápida e praticamente sem nenhum resíduo.

Por fim, a economia gerada pela utilização do drywall merece destaque. De acordo com o portal Estadão, além de o seu uso gerar mais economia na obra – uma vez que requer menos tempo para instalação, é mais leve para ser transportado e gera menos entulho -, o drywall é uma solução que não é praticamente definitiva como uma parede de alvenaria. É uma opção rápida e mais barata que as tradicionais paredes de tijolo.

Então, gostou do artigo? Não esqueça de compartilhar com os amigos no WhatsApp, LinkedIn e demais redes sociais!

 

Curta nossa Página no Facebook e fique por dentro das novidades!