51 3349.6800 - sulmodulos@sulmodulos.com.br

Fique atento à ilegalidade na comercialização de perfis para drywall

drywall

Os perfis para drywall são regulados por normas específicas, que garantem a efetividade do produto em projetos variados. Pensando nisso, o artigo de hoje traz diversos pontos importantes relacionados à legalidade do drywall em sua fabricação e comercialização.

Continue a leitura para saber mais!

Ilegalidade na comercialização de perfis para drywall pode comprometer projetos

Os perfis para drywall têm uma norma de espessura e galvanização mínima. No entanto, muitas empresas comercializam produtos fora da norma do mercado, trazendo inúmeros prejuízos para aqueles que compram o material para utilização em projetos arquitetônicos.

De acordo com o portal Viva Decora Pro, são 4 as normas obrigatórias para uso do drywall:

1 – ABNT NBR 15.758:2009 – Sistemas construtivos em chapas de gesso para drywall – Projeto e procedimentos executivos para montagem

2 – ABNT NBR 15.575:2013 – Edificações habitacionais — Desempenho

3 – ABNT NBR 14.715: 2010 – Chapas de gesso para drywall

4 – ABNT NBR 15.217:2018 – Perfilados de aço para sistemas construtivos em chapas de gesso para drywall – Requisitos e métodos de ensaio

Sabemos que os projetos de arquitetura que utilizam drywall são versáteis, econômicos e inteligentes. Isso ocorre porque o drywall é um sistema de construção a seco que possui características como a leveza, flexibilidade, resistentência, sustentabilidade e facilidade de instalação, além de apresentar excelentes desempenhos mecânico e termoacústico.

No entanto, para garantir a efetividade e o bom desempenho dos projetos em drywall, é necessário compreender as normas nacionais estabelecidas para uso do sistema construtivo.

Comercialização ilegal nos perfis de drywall impacta fabricantes e revendedores

Além de trazer danos aos projetos de construção e arquitetura, a ilegalidade na comercialização dos perfis de drywall também traz prejuízos aos fabricantes e revendedores do material.

A Associação Brasileira do Drywall, em parceria com a Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (ANAMACO), alertam que a venda de componentes para drywall fora das normas é crime.

Empresas que fabricam e revendem perfis de drywall fora dos padrões técnicos estão sujeitos a rigorosas punições como sanções no âmbito administrativo, civil e criminal. Dessa forma, o lojista e os fabricantes tornam-se corresponsáveis pela qualidade inferior do produto. Assim, todo o cliente que se sente lesado com em seus direitos deve recorrer ao PROCON (Proteção e Defesa do Consumidor).

A Sul Módulos trabalha há mais de 30 anos com o fornecimento de produtos de qualidade aos seus consumidores. É por isso que todos os perfis de drywall comercializados pela empresa contam com o rigoroso padrão de qualidade estabelecido pela Knauf, líder de mercado no projeto de espaços seguros, saudáveis e confortáveis.

Os produtos e sistemas construtivos da Knauf são inovadores, ambientalmente amigáveis, possuem um preço justo e são sustentáveis. Além disso, os perfis de drywall fabricados pela multinacional seguem as normas técnicas estabelecidas pela ABNT.

Então, esclareceu as suas dúvidas sobre a comercialização ilegal dos perfis de drywall? Comente!

 

 

Curta nossa Página no Facebook e fique por dentro das novidades!